Menu

Hoje é dia de pizza! Os ingredientes clássicos estão nas histórias de família.

09/07/2021 - Schayla Jurk

Pensou na iguaria e logo vem à cabeça a cena clássica dos pizzaiolos italianos. Mas a história da pizza está distante da terra da bota e surgiu no Egito. Há 6 mil anos uma massa bem fininha em forma de disco e denominada de “pão de Abrahão” deu origem à conhecida pizza contemporânea. A “piscea” do Egito passou pelos gregos e parou nas mãos dos italianos. Com o passar dos anos a pizza virou prato ‘sagrado’ nas mesas de todo mundo e chegou ao patamar de Patrimônio Imaterial da Humanidade em dezembro de 2017 e conquistou em terras tupiniquins um dia só para ela. É isso, mesmo! 10 de julho é comemorado o dia da pizza no Brasil. Na casa do Millton Bordin, proprietário da BELLACATARINA e lojista associado ao NCD, não existe um dia especifico da pizza e a iguaria é motivo para reunir a família. “Aqui em casa a gente considera o domingo à noite o Dia da Pizza. É quando as netas estão aqui em casa e para eles é uma festa fazer as pizzas com a participação de todos”, conta. 





A diversão de família na casa do Milton também é motivo de reunião familiar em várias casas brasileiras. O país ocupa o segundo lugar no ranking global de consumo de pizza. O pódio é ocupado pelos Estados Unidos. Aqui em terras tupiniquins a média é de um milhão de pizzas consumidas por dia. O dado é da Pesquisa de Orçamentos Familiares, levantamento do consumo e hábitos domésticos das famílias no Brasil. Uma tradição que desafia o paladar. “Eu sou obrigada a confessar que tenho três vícios. Um deles é queijo outro chocolate e outro café.  A mistura desses três ingredientes juntos numa única pizza também não seria nada ruim”, diz a arquiteta Georgia Gamborgi. 



Sobre o nosso delicio Sábado!!!! -Georgia Gamborgi
#comidacaseira #amigos #culinaria #comersemfrescura



A pizza é tão desejada por aqui que já desbancou o arroz e feijão. O estudo do levantamento do consumo e hábitos domésticos das famílias no Brasil revela que em dez anos a frequência do consumo de pizzas passou de 10,5% para 17% e o almoço e jantar a base de arroz e feijão caiu respectivamente, de 84,4% para 76,3% e de 73,3% para 60,6%. Não tem jeito a pizza realmente virou programa de família. Na casa da Gerogia é a pedida quando chegam os filhos do marido Fabiano ou quando simplesmente querem ter uma desculpa para saciar a fome com algo gostoso. “Cada vez que surge uma pizzaria nova na cidade pode ter certeza que gente vai conhecer e provar. Eu tive o prazer de comer a original pizza na Itália e vou dizer uma coisa para vocês: é perfeita, mas até acho que a brasileira é bem melhor”, confessa a arquiteta. É aquela história que a pizza agrega as famílias e cria motivos para reunir as pessoas que mais amamos. Na casa do Milton é uma deliciosa bagunça com as netas que inclui fazer a massa e deixar o processo normal de fermentação. As crianças adoram!”, declara o lojista. 



Neta do Milton fazendo a primeira pizza da vida 



Na preparação vale ousadia e muita criatividade. Então, papel e caneta na mão porque o Milton e a Georgia vão compartilhar os segredos de família. Na reunião de filhos e netos a aposta na residência dos Bordin são as receitas vegetarianas, doses generosas de queijo e abobrinha. O coqgumelo também rouba o ‘coração” da família e faz parte do cardápio de todo domingo. “ Esses são as sabores que sempre estão na mesa e com as pizzas a gente mantém a tradição italiana”, destaca Milton. O queijo também rouba a cena na vida da Georgia e quanto mais é sempre melhor. A arquiteta também é adepta dos sabores exóticos e adora uma mistura de parma, figo e nozes ou gorgonzola com maçã verde e nozes. “ E quem nunca comeu sugiro apreciar. Na dúvida nada melhor do que uma bela calabresa embolada com muito queijo muçarela derretida”, diz Georgia. Uhummmm! Deu água na boca, né? 




Independente de sabores e estilo de massa o fato é que no Brasil tudo acaba em pizza. A famosa expressão surgiu do futebol e diz a ‘lenda’ que na década de 1960 depois de uma longa reunião a diretoria do Palmeiras pediu 18 pizzas. O fato virou manchete de jornal com o título Crise do Palmeiras termina em pizza e a expressão ficou popular no país. E já que tudo acaba em pizza, na véspera da comemoração do dia desta iguaria todo mundo quer mesmo é reunir a família e aproveitar os momentos com sabor.  “A gente consegue trazer para a família essa tradição não só pela produção da pizza em si, mas pelo tipo italiano de viver. Todo mundo na cozinha falando alto tomando vinho”, esse é o perfeito dia da pizza para o Milton. “Hoje é sexta feira e é dia de pizza. Com certeza a gente vai fazer uma bela opção em alguma pizzaria boa da nossa cidade com uma pizza bem exótica e bem saborosa”, arremata a Georgia. E você já escolheu a pizza preferida para curtir a tradição? Não importa o sabor. Muçarela, calabresa, portuguesa ou margherita, tem possibilidades para todos os paladares. É só de falar que já dá água na boca! E pode ter certeza, difícil é resistir por uma pizza que é tão popular em mundo todo. 



Comentários